terça-feira, fevereiro 27, 2007

A viagem


Decidi partir para outros mares de sonhos
Numa nau ou numa jangada - nem sei.
Quis afastar os tormentos mais medonhos.
O medo esqueci; a apatia atraiçoei.

Nas vagas dos desejos procurei
A ilha da felicidade - meu paraíso.
Divaguei, vagueei e encontrei
Sombras coloridas; nunca um sorriso.

Cansada e desiludida hesitei.
Por instantes vi-me a naufragar.
A esperança falou-me; não desanimei.
A embarcação resistiu - meu destino vou alcançar!

24 comentários:

Vera disse...

Belíssimo poema, com contornos de tristeza mas com esperança!
Alcançarás o teu destino, que se vislumbra maravilhoso, tal como os seres humanos fantásticos como tu merecem!

Mil beijos minha alminha!
Adoro-te!

Madalena disse...

Quantas vezes também eu quis partir rumo ao desconhecido...
Umas fi-lo e fui bem sucessida, outras não o fui e outras ainda não o cheguei a fazer por medo, pudor ou apenas por ironia do destino...
Que nunca tenhas receio da aventura e que alcançes sempre o porto desejado.
Bjokas gandes
Madalena

pensamentos_vagabundos disse...

parecem ser palavras de esperança...
beijo vagabundo

farinho disse...

É assim mesmo minha amiga, a esperança é sempre a ultima a morrer, nem que naveguemos a vida toda havemos de encontrar o nosso porto.

Beijocas doces

Daniele disse...

Querida Amiga e Poetisa Angela,

Que alegria em tê-la novamente junto a nós.

A tua alma tudo alcança, alma de poetisa a clamar, a desejar, a alcançar.

Beijos,

sónia disse...

k bela viagem ate ao destino, uma viagem que destroi medos para alcançar a harmonia!

bjinhos ta mto giro!

Plum disse...

Só posso dizer que adorei!E não consigo explicar a razão, mas adorei especialmente este poema!*

João Filipe Ferreira disse...

que viagem maravilhosa de se ler...mais uma vez adorei..e espero que tenhas encontrado a ilha da felicidade a navegar nesse mar de sonho:)
beijinho

unicus disse...

Certamente que vaais, Ângela. Por onde tens andado? Ou sou eu quem tem andado distraído?
Ninguém foge ao seu próprio destino.
Beijos

João Cordeiro disse...

BELISSÍMO POEMA


Mais uma sonhadora

Rafael Velasquez disse...

bonito poema.
e bonita essa música que toca.

Márcia(clarinha) disse...

Belas palavras vestidas de esperança, esse é o lema essa é a direção!
lindo dia,flor
beijosssss

Bárbara Quaresma disse...

Pode ser um lugar comum dizer isto, mas o importante é nunca deixar de acreditar...

Tacitus disse...

Olá Angela

Pensei que este Blog tinha terminado. É bom ter-te novamente entre nós, com os teus mares de sonhos...bom resto de semana ;)

Blueshell disse...

Grata pela visita. Volto assim que meu trabalho deixar!
Beijos azuis!
BShell

Luna disse...

Quantas vezes a nossa vida parece naufragar, mas o mar acalma, e continuamos procurando o nosso rumo,
jinhos

C.Gameiro disse...

Olá Angela.

Com palavras assim, tão bonitas, prometo que voltarei sempre que abrir o Pc.

Obrigado por teres partido para outros mares, outros cais de sonhos!

Beijinhos...

Luís disse...

Todos procuramos essa ilha...
Lindo =)

Rui Luís Lima disse...

olá!

se gostas de cinema vem visitar-nos em

www.paixoesedesejos.blogspot.com

todos os dias falamos de um filme diferente

paula e rui lima

Nilson Barcelli disse...

É uma delícia navegar nas tuas palavras.
Num oceano de imagens e sons bem delineados.
Gosto de te ler.
Beijos.

Saramar disse...

Poeta, você falou tão bem nestes versos da esperança.
Ela se assemelha sim a um barco que nunca se cansa de se manter à tona.
Lindo, como todos os seus versos.

beijos

Branca disse...

A viajem pode ser curta ou longa mas o seu destino é sempre encontrado...
Para isso temos que querer, lutar por ele e saber recebe-lo no momento certo...

A tua embarcação resistiu, o caminho está traçado...

daniel sant'iago disse...

Tão (e)terno... o regresso!

PALAVRAS DA MINHA RUA disse...

Olá, Es realmente uma sonhadora.
"O sonho Comanda a Vida"
Tens poesias muito bem conseguidas.
Parabéns continua a sonhar assim!
Vou de certeza Voltar.
Beijos
O filho João