segunda-feira, março 05, 2007

Rota de colisão


Em rota de colisão,
Quando nos encontrámos,
Tememos a explosão
À qual nos entregámos.
Com palavras de afinidade,
Cresceu a nossa amizade
Mas com o tempo a afeição
Deu lugar a outra sensação.
Hoje desejas nunca me ter conhecido.
Cortei as tuas veias na sedução.
Querias antes ter adormecido
Em vez de estares nesta situação.
Sucumbiste aos meus encantos.
Tua alma perdeu-se nos recantos
Do desejo que eu agora te nego.
Ficaste incontrolavelmente cego.
Neste doce jogo de brincar com chamas,
Até chegaste a acreditar que me amas.

12 comentários:

Claudia Perotti disse...

Esses jogos de sedução...
Boa semana, querida!

Beijinhossss

Plum disse...

Por vezes a vida coloca-nos em rotas de colisão!*

Farinho disse...

As coisas nem sempre são como queremos, nem somos como os outros querem.

Beijocas

Madalena disse...

Creio todos nós já termos estado um dia, pelo menos uma vez na vida, em rota de colisão... E é tão bom...
Bjokas
Madalena

Farinho disse...

Passei para te desejar um bom dia.

Beijocas

Blogildo disse...

Belo! A rota de colisão não é apenas na vida amorosa. É bastante abrangente!

Continuas sendo uma poetisa de mão cheia, Angela!

Abraço!

PG aka Scorpion disse...

Devo dizer que este teu poema está quase de mãos dadas com o meu espírito esta semana..acontece..jogos, desencontros, aventuras, desejos, são tudo fonte de mistério, encanto..e na sua compreensão está o seu segredo..
jinho PG

Saramar disse...

Quantas vezes não teos que trilhar estas rotas?
Belo poema, querida.
Como vou viajar amanhã cedo e não sei se terei como visitá-la em nosso dia, gostaria de lhe enviar pelo menos a intenção de flores perfumadas, uma mínima homenagem à você, Poeta e amiga.

beijos
Parabéns pelo dia da mulher, que deveria ser todos os dias.

Luiz Carlos Reis disse...

Meu anjo,

Palavras que formam um belíssimo contexto.. Seduziu-me pela leitura!

Abraços!

Retornando à blogosfera depois de umas férias!!!

C.Gameiro disse...

Olá Angela.

Passei para te ler
e deixei um Beijito...

SOL Sou Eu... disse...

No teu sentir e no teu desejo colide a libertação, na paixão apenas ilusão...adorei o teu poema.

Farinho disse...

Querida amiga, passei para de desejar um bom dia.

O dia mais belo?
Hoje
A coisa mais fácil?
Errar
O maior obstáculo?
O medo
O maior erro?
O abandono
A raiz de todos os males?
O egoismo
A distracção mais bela?
O amor
A pior derrota?
O desanimo
O melhor professor?
A vida
O maior mistério?
A morte
A pessoa mais perigosa?
A mentirosa
O presente mais belo?
O perdão
A rota mais rápida?
O caminho certo
A mais bela de todas as coisas?
A amizade sincera

Tu tens a minha amizade, obrigada por tudo.

Beijoquinhas doces