sexta-feira, setembro 15, 2006

O anjo



Um anjo no céu vi naquele dia
Com suas asas de luz a voar
Na minha núvem triste em que vivia
Lançou seu brilho p'ra me iluminar

Devagar, veio até mim com bondade
E deu-me alento p'ra voar também
Nesse céu de paz e felicidade
Onde se pode ir sempre mais além

Fui abençoada com sua ternura
No meu coração ficará sempre guardado
Desse lindo anjinho, o carinho e a brandura
Para toda a vida intimamente a meu lado.

6 comentários:

Vera disse...

Minha querida Ângela! Estou sinceramente emocionada por usares aquela citação! Não mereço tanto.
O teu poema está magnífico! E eu fico sempre sem palavras para comentar, sinto-me incapaz de expôr em palavras o que sinto, o quanto gosto! Obrigada! Beijo grande

Sophia disse...

Bonito texto, à semelhança dos anteriores. Os anjos são aqueles acordes suaves, que chegam quando chamamos por eles ou então que nos surpreendem ao longo dos nossos percursos de vida!

Anónimo disse...

olá, como te disse ca vim eu ler este teu cantinho, que pelo que ja vi é lindo, parabéns por ele e continua pois pelo pouco que li a luamar despertou algo em ti que tu tinhas dentro de ti adormecido, ainda bem que assim fui , pois achei lindo a tua maneira de escrever.
Agora como te disse também não sou muito de blogs, mas sempre que poder cá virei ler , pois acho a leitura linda por estes lados, faz andar nas nuvens ta visto.
Beijinhos e boa continuação para o blog.... Tics

John Lemmos disse...

ADOREI

**beijos**

Márcia(clarinha) disse...

Anjos são queridos, o meu dorme e acorda comigo e eu o amo!
lindo final de semana flor
beijosssssssssss

melinha disse...

os anjos sao seres realmente extraordinarios. se existem ou n e uma boa questao mas é sempre maravilhoso imaginarmos :o) jinho grande