domingo, setembro 17, 2006

O azul


Olho pela janela.
O azul imenso inunda o meu olhar
Numa matiz tão bela
Que só a natureza sabe pintar.
Reflexos prateados,
Na água estão a dançar
Com passos ondeados.
Céu e mar vão se beijar
Numa união tão perfeita
Que é difícil avaliar,
De visão satisfeita,
Se um dia irão acabar.
Olhando para a janela do meu pensamento,
No azul do teu olhar,
Desejo intensamente, com todo o sentimento,
Transformar-me no teu mar.

4 comentários:

João Filipe Ferreira disse...

Poema lindissimo, muito completo e cheio de sensibilidade...como está lindo...mais um post lindissimoooooooo
parabéns:)
beijinho enorme

Vera disse...

Olá minha linda mais linda que tudo! Gostei tanto deste poeminha lindo!!! Está tão simples e tão profundo, tão... perfeito!
Beijo grande

Ivson disse...

Olá Angela, Parabenizo pelo lindo poema, mostra que tem um gosto apurado pra poesia. Foi bom conhecer seu blog voltarei mais vezes. Ok, Boa semana pra ti!

Fernanda disse...

Vim retribuir sua visita e confesso que adorei seu cantinho. A partir de agora, virei sempre para ser suas palavras. Vou linkar seu blog, ok??
Bjs e linda semana pra vc!!