quinta-feira, outubro 05, 2006

O poeta


Em tudo existe poesia.

No coração que palpita por amor;
No coração que sangra com dor.
Na lágrima que se solta por emoção;
Na lágrima que rola com desolação.
No beijo que unifica a paixão;
No beijo que anuncia a separação.
Na mão que afaga o cabelo;
Na mão que desespera em apelo.
No sorriso que revela a alegria;
No sorriso que oculta a melancolia.
Na palavra que ilumina o teu mundo;
Na palavra que derruba para o fundo.

Em tudo existe poesia,
E tu, poeta, não o podes negar.
É essa a tua afrodisia.
Deixa a tua alma rebentar!

7 comentários:

Velutha disse...

Gostei muito do teu poema. Beijos

João Filipe Ferreira disse...

um poeta é isso tudo..e tu tens essas qualidades todas...és maravilhosa na escrita...muitos muitos parabéns:)
mais uma vez fico espantado com tremenda beleza:)
beijinho

Márcia(clarinha) disse...

Em tudo existe poesia o que nos alegra a vida e nos permite sonhar.
Lindos versos querida Angela
feliz noite flor
beijossssssssssss

Vera disse...

Minha amiguinha linda, és uma poetisa maravilhosa! E é verdade que em tudo existe poesia!
Tu és poesia! (E nem vais acreditar num poema que fiz super parecido com este... arrepiante)!
Beijinho grande

melinha disse...

é verdade em td existe poesia e as tuas palavras sao disso exemplo
bjinhos

Luís disse...

Lindo esse hino à poesia. Lindo mesmo.

Anónimo disse...

em tudo existe poesia... sem dúvida! concordo plenamente. Belo poema